quarta-feira, 30 de março de 2016

terça-feira, 29 de março de 2016

Lemmy Kilmister, poderoso!

Ele viveu intensamente o paradigma "Sexo, drogas e Rock and Roll".


Viveu uma vida intensa, perigosa e pouco recomendada para quem tem sangue fraco, aliás, pouco recomendada até para quem tem sangue forte.


Ele traduz, como poucos, o que eu entendo por adrenalina, energia e coerência. Ele é Lemmy Kilmister!


Líder do Motörhead, uma das bandas que jamais sai do meu iPod. Se o meu momento necessita força e velocidade, então é Motörhead que ouço.


 E não apenas ouço, eu ajo... Motörhead.


Eu, felizmente, fui em um show inesquecível do Motörhead em 1996 no Pacaembu, aqui em São Paulo.


Saí daquele show com a sensação de que eu ainda seria capaz de correr uns 10 km no Ibirapuera, naquele mesmo momento.


Lemmy, descanse em paz, pois você precisa. Será necessário muito descanso, pois sei que você, onde estiver, logo estará "causando" novamente.


Não posso deixar de dizer, e principalmente agradecer: "And don't forget The Joker!"




segunda-feira, 28 de março de 2016

domingo, 27 de março de 2016

sábado, 26 de março de 2016

Adiante, Chavinho...

Eu não costumo postar charges de humor ou mêmes aqui no meu blog, mas estarmos vivendo a maior crise política da nossa história democrática, permite que isso agora aconteça. Então vamos humorizar o drama. Tem coisas que me fazem dar muita risada, rsrsrs...

sexta-feira, 25 de março de 2016

Nos palcos da vida... 02

palco: Legittimo (Itaim Bibi - São Paulo)

quinta-feira, 24 de março de 2016

quarta-feira, 23 de março de 2016

David Bowie, imortal!

Quase não consigo ainda acreditar na morte de David Bowie. Fiquei muito abalado, assim como grande parte do planeta. Um ícone, uma voz grave e única, um ídolo que me soa eterno. Algumas de suas canções, eu ouço deste criança, desde a época em que foram lançadas nas FMs dos anos 80. Outras canções que não estavam nas nossas rádios, sempre estiveram no meu play. A quantidade de clássicos é muito grande. O Pop, a melodia, o Rock, a voz, o estilo, a influência, os olhos, os personagens, os hits, as letras, enfim, genialidades. Eu tive o privilégio de ir em dois shows do David, um em 1990 e outro em 1997. Ambos os megashows foram em estádios de futebol, aqui em São Paulo.
O que mais dizer? Bowie, imortal!














terça-feira, 22 de março de 2016

O fim deste mal

Em pesquisa divulgada pela BBC, em Dezembro de 2015, observa-se como a população de países muçulmanos se relaciona com o grupo extremista Estado Islâmico. Veja no gráfico abaixo:


O quanto antes, eu e qualquer ser humano do bem, torcemos para o fim deste mal. O fim do Estado Islâmico.

segunda-feira, 21 de março de 2016

Melissa McBride

The Walking Dead, é uma das mais de vinte séries que assisto atualmente e, sem dúvida, uma das melhores. Melissa McBride interpreta a fascinante Carol.
Melissa simplesmente merece ser postada aqui no meu blog! Adoro!

Gata

Em cena em Walking

Walkers

Just Melissa

Season 

Em cena, fora de cena, com Norman Reedus

Melissa again

domingo, 20 de março de 2016

Aparentemente, mas não.

(foto tirada em Setembro 2015)

Aparentemente eu sumo do meu blog, mas não. Aqui estou! Fico semanas, meses, sem postar algo, mas sempre volto. Sou praticamente incansável, rsrs...
Tenho alguns seguidores que, para a minha satisfação, sentem falta quando fico sem escrever. São leitores discretos, mas estão por aí. O que importa para mim, é que meus (não sei se poucos) leitores, tenham qualidade. Não me importa a quantidade, nem tampouco espero os "likes" de um Facebook, mas de qualquer forma, muito me agrada em saber que gostam do meu blog. Eu nunca vou embora...
Quanta coisa aconteceu nos últimos três meses e meio que fiquei sem postar! Muita coisa!
Passaram o Natal, o Reveillon, o inesquecível final de Downton Abbey, a delação do Delcídio do Amaral, as emoções de The Walking Dead, o depoimento coercitivo do Lula, a morte de quatro mestres da música (o poderoso Lemmy Kilmister, o imortal David Bowie, o genial George Martin e o lindo Maurice White), o retorno às aulas da faculdade, o período em Barueri, os dias divertidos na TP, a chegada da Izzo, o Oscar, o Grammy, o Bafta, o SAG's, as horas de análises políticas, os desdobramentos da Lava Jato, as congruentes sessões com o meu psicanalista, os cuidados físicos e astrais, a despedida delas para a Finlândia, o Projeto, as cestas fantásticas do Curry, as letargias, a passagem de Alan Rickman, os stresses do cotidiano, as delicias e os prazeres da vida.
2016 está intenso, conforme o previsto, mas está no caminho certíssimo, conforme o desejado.
Muita luz, paz, saúde e amor em 2016!

sábado, 19 de março de 2016