sábado, 5 de julho de 2014

Chespirito

Roberto Gómez Bolaños, um gênio.
Escritor, compositor, ator, roteirista, cantor, diretor e o que mais for possível em um palco, atrás ou na frente das câmeras.
Há exatos 30 anos que o assisto quase que diariamente. E até hoje tenho a mesma paixão e fascinação por seus personagens, histórias e atuações, sobretudo pela sua vida pessoal.
Em 1984 eu assistia na TVS, canal 4, quando voltava da escola. Nos anos 90 mudou de nome para SBT. Depois eu assistia também em videocassete, até que chegou a internet e as coleções de DVD.
Chespirito eterno!



Nenhum comentário: