domingo, 1 de dezembro de 2013

"Luz acesa"


autor: Ana Carolina

Olho para o céu e o que vejo
São nuvens carregadas de você
Piso a areia e penso no teu beijo
Sei que um dia vai acontecer

Tudo é ausência no que quero
Um barco no horizonte que não vem
Você era somente o que faltava
Pra me faltar tudo de uma vez

Noites me atravessam sem luar
Tardes que terminam sem ter fim
Um dia ainda consigo lhe falar
Da tempestade que causou em mim

Passa
Como quem rompe a represa
Deixando a luz sempre acesa
Mais que uma simples promessa

Venta
Vem junto da correnteza
Vem que eu não tenho saída
Vem transformar minha vida

Me conheço e sei que sempre volto
Pra dentro onde eu me tranco e vivo só
Coisas que não via ando vendo
Preciso é olhar mais ao meu redor

É tanto céu e mar, tantas estrelas
Tudo em volta só quer nos unir
E eu não entendo, eu não entendo
Porque você ainda quer fugir

Noites me atravessam sem luar
Tardes que terminam sem ter fim
Um dia ainda consigo lhe falar
Da tempestade que causou em mim

2 comentários:

Clairy disse...

Herzinho, 

Mesmo com todos os obstáculos em nossas vidas, você está sempre presente, sempre atencioso e carinhoso. Você transformou minha vida, e tudo que mais quero é transformar a sua.
Obrigada.
Te amo muito.
Bjssss

Her Filho disse...

Te amo tbém ! Bjsss