domingo, 23 de agosto de 2009

"Pessoas"

foto por: Her Filho

autor: Her Filho (Direitos Registrados)

Pessoas são impacientes
Não vejo a hora de chegar
Eu sou impaciente
Pessoas me vêem chegar

Pessoas são queridas
Querem sempre o mais vulgar
Estou em todos os lugares
Não tenho hora pra voltar

Pessoas são pessoas
Pessoalmente são estranhas
Diferentes no pensar
Mas de perto são iguais

Pessoas sem razão
Com vontade e intenção
Mas nem sempre isso adianta
Continuam sem razão

Pessoas vêm e vão
Algumas vêm e ficam
Outras deitam e não se levantam
Apresse-se, vá embora

Pessoas matam pessoas
Por motivos mais que banais
Inveja, ódio e muita dor
Algumas mortas de fome

Pessoas desprezíveis
De muitas quero a distância
Preconceito, insensatez
Ignorância e muito mais

Pessoas têm prazer
Uma em cima da outra
Amam, brigam, se divertem
Olhe bem, são duas pessoas !

Pessoas juntas, multidão
Concentração de desavenças
Nas cores e nas crenças

Pessoas vivas, pensamentos
Para as mortas, monumentos

Pessoas, sempre pessoas
Ao seu lado ou bem longe
Nem importa de onde veio
Muito menos até quando vai

Pessoas sabem demais
Ídolos de outras pessoas
Pessoas sempre vão
Vão com pressa e sem razão

Pessoas no escuro
Criança ou já adulto
No fundo somos pessoas
Pessoas não vivem muito

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

"Voando a madrugada"



autor: Her Filho (Direitos Registrados)

Sobrevoando a rua deserta
Sobrevoando na insônia
Frio que me joga longe
No ar da rua deserta
Voando e avistando luz
De mais alguém andando
No carro distante ligado
Na rua não tão deserta
Sobrevoando depois da solidão
Frio que me acompanha
Me aquece na insônia
Tem mais alguém andando
Sobrevoando comigo
Atrás do som distante
Que vem da rua deserta